Não faça “dieta”!

Observa-se hoje em dia que algumas pessoas desenvolvem transtornos alimentares por terem excesso de peso e por conta disso acabam fazendo dietas. Outras preocupam-se em demasia com aquilo que comem centrando a sua atenção de forma excessiva nas quantidades que ingerem, para mais tarde verificarem que não conseguiram perder peso, e com isso fazem uma pergunta sem resposta: “porque é que não consigo perder peso?”. Algumas pessoas passam anos numa situação clássica de efeito sanfona, perdendo e ganhando peso. A questão muitas vezes  não tem a ver com aquilo que você come. Tudo não passa de uma questão comportamental e emocional, que faz com que a pessoa não consiga criar um conjunto de hábitos que lhe permita perder peso de uma forma equilibrada e prolongada.

O que você precisa não é de uma dieta, e sim de hábitos saudáveis. Vou explicar porquê.

Emagrecer-Dieta-não-basta-tem-que-comer-direito

Existem vários tipos de dietas, mas a maioria de nós refere-se ao termo “dieta” no seu termo mais insidioso como “um programa temporário e altamente restritivo à ingestão de comida com o objetivo de perder peso.” Este é o tipo de dieta que iremos discutir:

As dietas não funcionam para programas de perda de peso. Sim, você até pode perder peso, mas cerca de 95% das pessoas que perdem peso com dieta irão recuperá-lo entre 1,5 anos. Fazer uma dieta, é um plano alimentar temporário, na grande maioria das vezes não irá funcionar a longo prazo. O simples fato de estar ficando inibido de comer algumas das coisas que gosta, pode originar um processo de desejo exacerbado, levando à instabilidade emocional. Do ponto de vista fisiológico, o nosso organismo tem a capacidade de se adaptar, se lhe restringir o alimento de forma drástica, o seu metabolismo pode entrar num processo de retardamento, o que naturalmente torna mais difícil a perda de peso.

dietas-da-modaAs dietas “da moda” podem ser prejudiciais. Além de falta de nutrientes essenciais, grande parte destas dietas pouco ou nada ensinam sobre alimentação saudável. Assim, quando você “completou” a sua dieta da moda, existe uma probabilidade elevada para voltar aos hábitos alimentares pouco saudáveis. Este é o início do “dieta sanfona”, que além do ganho de peso, pode provocar problemas de saúde graves.

As dietas excessivamente restritivas podem retirar à pessoa o prazer de comer. Não há nenhuma razão para que algo que necessitamos e nos dá prazer se transforme em um desprazer. Transmitir a ideia de restrição excessiva a alguns alimentos específicos pode criar na pessoa um sentimento de “culpa” que lhe aumentará a ansiedade e consequentemente lhe transmite uma sensação de incapacidade.

Fazer uma dieta juntamente com o uso frequente de pesagem, pode levar a distúrbios alimentares. Principalmente se a pessoa se preocupa em demasia com a sua imagem. O fato de que as pessoas que fazem dieta e que controlam o seu peso diariamente através de pesagem, aumentam oito vezes mais a probabilidade de sofrer um transtorno alimentar do que as pessoas que não fazem.

Realizar “milagres” rápidos na redução do peso. Pessoas ou empresas querem vender “poções mágicas de emagrecimento”, e comprimidos “milagrosos”, para que indivíduos que se encontram desesperadas possam emagrecer mais facilmente. Mas, o pior de tudo são as consequências para a saúde. Os produtos afirmam que serão maravilhosamente eficazes “se forem utilizados em simultâneo com uma alimentação saudável e um programa regular de atividade física.” Na verdade eles passam à pessoa a verdadeira solução, que é realizar uma alimentação saudável e exercício físico, estes sim, são realmente os ingredientes eficazes, e não a dieta por si.

Alimentos-ricos-em-carboidratos1Então você deve estar se perguntando: Qual é a solução saudável para perder peso?

Simples! Se você quer ou necessita perder peso de forma saudável, duradoura e sem recaídas, deverá implantar em seu cotidiano hábitos de uma alimentação saudável. Assim além de manter o peso, você vai estar cuidando da sua saúde de forma equilibrada. A melhor solução, mais eficaz, menos prejudicial e mais barata é implantar hábitos ao longo da vida que inclua alimentação saudável e prazerosa associada a exercícios físicos regulares. Para perder peso, coma certo e faça exercício. Para emagrecer a quantidade de calorias gastas tem de ser superior a quantidade de calorias ingeridas. Porém, devemos ressaltar que,  para que isso ocorra, devemos ingerir os alimentos corretos que possibilitem nosso corpo queimar calorias.



3 thoughts on “Não faça “dieta”!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *